Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Desafio dos Pássaros #2 - O amor e um estalo

por Outra, em 20.09.19

Ela atendeu o telefone e do outro lado era ele. Estava furioso e desatou a chamar-lhe puta. Assim, sem mais nem menos. Ela, do outro lado do oceano, no resto do seu último ano de faculdade, não fazia ideia do que poderia ter originado aquilo.

Constou-lhe, a ele que ela teria tido um caso com um amigo comum de ambos, que era convívio frequente com eles naqueles anos de faculdade. Não lhe passou pela cabeça sequer pensar se aquilo tinha algum fundo de verdade, ou se fazia sentido sequer.

Preferiu acreditar numa pessoa que não conhecia. E partiu do princípio que estava certa, quem mentia era ela, que sempre conheceu, não o quase desconhecido que lhe plantou a semente da desconfiança. E chamou-lhe puta vezes sem conta. A ela isso doeu mais do que um estalo! Aquela sensação de estar a ser julgada sem ter feito absolutamente nada que o justificasse. Ela, por amor, perdoou-lhe.

Mas dizem que o karma é lixado…e que tudo o que nos fazem, mais cedo ou mais tarde volta para nós. Ela sempre acreditou nisso. Esperava que o tempo lhe mostrasse que é mesmo assim.

Muitos anos mais tarde, muitos mesmo, já sem a distância entre eles e o seu amor de décadas, alguém plantou a semente da desconfiança nela. Disseram-lhe que que ele andaria no engate…

Ela ficou danada, apeteceu-lhe insultá-lo e desatar a chamar-lhe nomes. O coração parecia que lhe saltava do peito. Como poderia ele ter-lhe feito aquilo? Ela não queria acreditar!

O que deveria fazer? Espiar-lhe o telemóvel que anda com ele para todo o lado? Confrontá-lo? Ela já se conhecia…não resistiria a mandar uma qualquer piada sobre o assunto para ver a sua reação… Mas que raio. Melhor era mesmo confrontar e perguntar, olhos nos olhos o que tinha ele a dizer sobre o assunto.

Assim fez. Contou-lhe, com toda a calma (mas a tremer por dentro) e pediu-lhe que, em respeito pelo tempo em que já estavam juntos, lhe dissesse se aquilo tinha alguma razão de ser.

Confrontado com a desconfiança dela – porque é impossível que não fique pelo menos uma réstia de dúvida – ele muito indignado pergunta-lhe: Mas preferes acreditar em alguém que não conheces do que em mim? E ela respondeu-lhe: E porque não o faria? Lembro-me que já o fizeste antes. Quem é a puta agora?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Desafio de escrita dos pássaros #1 - Problemas, só problemas

por Outra, em 13.09.19

Acordo a meio da noite, sempre à mesma hora e fico ali a remoê-los, a tentar colocá-los em perspetivas diferentes, a tentar perceber, mas afinal que parte da solução está na minha mão? Até que ponto serei eu responsável por encontrar a resposta para aqueles problemas que nem são meus? Que nem fui eu que criei? A verdade é que eles me afetam os pensamentos, minam-me os  sentimentos e deixam-me em permanente estado de alerta para todos os comportamentos...

Estou, decerto, a ficar paranoica. Mas...Será que o confronto? Às tantas o melhor caminho é fingir que não se passa nada,  não tentar fazer interpretações. Pode ser como daquela outra vez...era só impressão ou como ele dizia, uma mania da perseguição...

Viver com esta incerteza constante, deixa-me fora de mim. Prefiro a certeza, a confirmação de que há mesmo algo de errado. Decido então nessa noite que amanhã sim, vou procurar, escarafunchar tanto que de certeza que alguma coisa vou encontrar.

Acordo ainda com essa certeza! Mas, no fim do dia, depois de uma, duas, três, quatro oportunidades faltou-me a coragem…não quero viver nesta cruzada de procurar, de confrontar, para depois acabar a ajudar. Cada um tem de ser responsável por resolver os seus problemas, por viver com as consequências das suas escolhas.

Está na hora de despir a capa de supermãe e cuidar apenas de mim. Problemas? Cada um que cuide dos seus.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Desafio de escrita dos pássaros

por Outra, em 10.09.19

Pensei muito se devia inscrever-me no desafio de escrita dos pássaros…Também aderi, no início do ano ao diário da gratidão e deixei-o pelo caminho…Por outro lado acho que não sou grande escritora, não tenho grande jeito mas gosto de escrever…se calhar isso vai bastar para pelo menos tentar!

Vai ser uma maneira gira de me “obrigar” (no sentido da disciplina) a escrever e não deixar o blog esmorecer, para além de ficar a conhecer todos os outros autores/blogs que vão participar. Essa interação também há de ser uma coisa gira, e é o que mais me motiva a andar por aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:42

Netflix, o que mais poderia ser?

por Outra, em 03.09.19

Há meses que não vejo séries na TV. Desde que nos agarrámos à Netflix cá em casa já vi de tudo um pouco...Uma das séries mais giras que vi (ainda me faltam uns episódios da última temporada) é Working Moms. Uma abordagem real e louca da maternidade. Sim, a maternidade pode ser bem louca. Se são mães (e pais) vejam juntos. Facilmente se identificarão com algumas coisas.

Ah, e como os episódio são pequenos, é fácil ver uma temporada de uma assentada só!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03

Diário da Gratidão - Update

por Outra, em 01.09.19

Não consegui levar por muito tempo o desafio do diário da gratidão. não me levem a mal. Não é que não a pratique mas a verdade é que perdi um bocado a vontade de escrever sobre isso (e tudo o resto na verdade).

Desta vez também não estou a participar no grpo do livro secreto. No fundo fui-me desligando das coisas e deixando passar o tempo. Talvez por achar que a  minha vida não tinha nada de interessante a ser partilhado, talvez por me sentir num marasmo...mas decidi que não pode continuar assim. 

Então vamos lá a ver se, devagari ho isto se vai começando a compor...sem nenhuma ordem específica. Vou escrever se, e quando me apetecer. Na verdade adoro a interação que se cria neste simpático bairro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:10

Querido, mudei o nome ao blog

por Outra, em 31.08.19

Tive um 1.º blog. Esse, por portas e travessas teve de ser colocado em modo privado. Demorei meses a arranjar coragem para começar outro. E arranjar-lhe o nome foi o cabo dos trabalhos. Mas O blog da Outra nunca foi um nome com especial significado. E então já andava a pensar numa mudança há imenso tempo...

Um dia lembrei-me, num regresso à minha infância, de um nome engraçado...1/4 de kilo de colorau. Cresci na mercearia dos meus avós onde se vendia de tudo um pouco, muitas dessas coisas a granel. As especiarias eram uma dessas coisas. Nelas, o colorau (ou no sotaque madeirense "colarau") era do que mais se vendia. Era guardado em grande quantidade numa lata grande e vendia-se ao peso, embrulhado em papel pardo.Dava cor e ao mesmo tempo sabor à comida. Assim também é com a vida. Precisa de cor e de sabor. Vamos ver se este novo nome me reacende a vontade de escrever.

"Colorau ou colorífico é nome genérico para condimentos ou especiarias de cor avermelhada de origem vegetal, usados para modificar a cor de alimentos.

Em Portugal e alguns outros países lusófonos, o termo "colorau" tradicionalmente designa a páprica (paprica, pimentão-doce), que consiste de pimentão avermelhado dessecado e moído."

(Definição retirada da Wikipedia)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:39

Follow Friday

por Outra, em 15.02.19

Para o hoje o meu follow vai para o blog Edição Limitada. Gosto muito de conteúdos ligados à organização/destralhar/simplificar  e por isso para mim é de leitura obrigatória.

Se não conhecem~vão lá conhecer. Este follow friday já era do dia 1 de Fevereiro...ficou aqui guardado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:14

Dia 28

por Outra, em 30.01.19

Por voltar a calçar os meus saltos altos. Uns bons saltos puxam-me para cima.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:34

Dia 27

por Outra, em 30.01.19

Por finalmente ir ao shopping ver o resto dos saldos. E comprar 4 peças por 30€.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:33

Dia 26

por Outra, em 30.01.19

Por alguém que não eu ter arrumado a casa esta semana. Pude acordar e ir diretamente para o sofá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:33


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.