Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o blog da outra

o blog da outra

Qua | 26.10.16

Sabes que és mãe #2

Outra

Quando vais descontraidamente a passear e tocas com a mão na manga da camisola e sentes uma textura estranha, seca...pois bem facilmente percebi para onde tinha ido aquele bocado de sopa que bem vi que caiu mas que ao olhar de repente não encontrei em lado nenhum.

Qua | 26.10.16

dúvidas

Outra

A partir de quando é que os relacionamentos (longos) passam a casas acabadas, definitivamente caiadas para o resto da vida?

Surpreende-me que quando se sabe que o casal y ou z, junto há mais de 10, 12, 15 ou mais anos se decide separar as pessoas (amigos ou conhecidos) comentam com um "ah, mas então já estavam juntos há tanto tempo....e agora é que se separam?!", "ah, mas então agora que estavam juntos e tinham tudo para se dar bem, separam-se?!"

Mas afinal as coisas têm um prazo a partir do qual não há retorno? Não pode o amor simplesmente acabar ou , não acabando não podem as pessoas simplesmente não conseguir resolver as suas diferenças?

É sempre tempo de tomar as rédeas da vida e escolher aquilo que não nos faz bem ou simplesmente o que não nos faz felizes.

Pena é que as pessoas (ás vezes as mais próximas) sejam as que mais depressa julguem...

Ter | 25.10.16

Sou só eu?

Outra

Que estou a adiar deliberadamente a tarefa de trocar os sapatos de primavera/verão pelos de outono/inverno?  E de começar a usar coisas de manga comprida...e de voltar às cores de inverno e aos dias pequenos...Que neura pá!

Sex | 21.10.16

A outra à sexta-feira

Outra

Já é raro estar com as minhas amigas. Mais ainda desde que sou mãe. Calha que hoje havia uma cena combinada com uma que veio de férias por poucos dias. Calha que até tinha quem ficassse com a criança (que colaborou e já dormia). Mas fora de casa. (porque o pai tinha programa, claro). Calha que caiu uma tempestade como se fosse acabar o mundo. Adivinhem onde estou...Pois, não é com as amigas de certeza.

 

Sex | 21.10.16

A outra (também) é mãe

Outra

A outra é mãe. Queria sê-lo. Mas também nunca idealizou a sua vida apenas à volta deste papoel. é mulher que não se contenta com uma coisa. É, chamemos-lhe polivalente e teimosa que nem uma mula portanto acha-se perfeitamente capaz de desempenhar variados papeis: mulher, profissional, amiga, mãe (reparem a orde, de prioridades...).

Acontece que este mundo padece de um mal que chamo "hipocrisia da maternidade" que atinge a larga maioria das mulheres que já são mães. Assim sendo, a malta pinta a maternidade (de rosa ou azul) e enfeita de laços e fitinhas a condizer e raramente diz a verdade.

Portanto, a maternidade do meu ponto de vista é poucas vezes rosinha e azul e laços e fitas são para esquecer. Esperem pois relatos de maternidade real.Com o lado B da coisa, aquele que ninguém tem coragem de contar. (deve ser para não assustar a malta - eu cá já acho que é melhor prevenirmos as pessoas para o que as espera...).

Sex | 21.10.16

A outra chegou

Outra

A outra é só mais uma mulher comum, que gosta de escrever e até de mandar os seus bitaites sobre tudo o que lhe aprouver. Apanhá-la-ão em dias de boa maré e noutros de mar revolto.

Não contem com simpatias. A outra é mesmo dona de um ar emproado, até de um certo nariz empinado. Mas isso não diz tudo sobre ela. Se calhar vale dar-lhe uma oportunidade...