Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Desafio de escrita dos pássaros #1 - Problemas, só problemas

por Outra, em 13.09.19

Acordo a meio da noite, sempre à mesma hora e fico ali a remoê-los, a tentar colocá-los em perspetivas diferentes, a tentar perceber, mas afinal que parte da solução está na minha mão? Até que ponto serei eu responsável por encontrar a resposta para aqueles problemas que nem são meus? Que nem fui eu que criei? A verdade é que eles me afetam os pensamentos, minam-me os  sentimentos e deixam-me em permanente estado de alerta para todos os comportamentos...

Estou, decerto, a ficar paranoica. Mas...Será que o confronto? Às tantas o melhor caminho é fingir que não se passa nada,  não tentar fazer interpretações. Pode ser como daquela outra vez...era só impressão ou como ele dizia, uma mania da perseguição...

Viver com esta incerteza constante, deixa-me fora de mim. Prefiro a certeza, a confirmação de que há mesmo algo de errado. Decido então nessa noite que amanhã sim, vou procurar, escarafunchar tanto que de certeza que alguma coisa vou encontrar.

Acordo ainda com essa certeza! Mas, no fim do dia, depois de uma, duas, três, quatro oportunidades faltou-me a coragem…não quero viver nesta cruzada de procurar, de confrontar, para depois acabar a ajudar. Cada um tem de ser responsável por resolver os seus problemas, por viver com as consequências das suas escolhas.

Está na hora de despir a capa de supermãe e cuidar apenas de mim. Problemas? Cada um que cuide dos seus.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00


22 Temperos

De Ana a 13.09.2019 às 15:58

Gostei!

De Outra a 17.09.2019 às 09:51

Obrigada!

De Sarin a 13.09.2019 às 21:14

Não sei se será fácil despir a mente com a capa, talvez seja um não poder de mãe... falo como tia. :)

De Outra a 17.09.2019 às 10:08

Esta minha capa de supermãe foi adquirida muito antes de ser mãe...é uma mania de me armar em mãe, sem ser...

De Sarin a 17.09.2019 às 10:26

Li numa BD absolutamente genial que "nunca fui tão boa mãe como antes de o ser" :D

Mas querer protegê-los é instintivo, sejam filhos, sobrinhos ou primos :))

De Outra a 18.09.2019 às 14:56

Talvez seja excessivo querer proteger adultos (in)conscientes...that's my problem

De belinha fernandes a 13.09.2019 às 22:45

Olá! Sou do Palavras Cruzadas, é a minha primeira visita a este blogue, também estou no Desafio dos Pássaros. (https://palavras-cruzadas.blogspot.com/2019/09/desafio-de-escrita-dos-passaros-1.html)

Um verdadeiro dilema, não? O pior mesmo é deixar que a preocupação com os problemas dos outros nos mine o sono. Como sofro de insónias sei tão bem o que é não conseguir dormir e começar a elaborar nisto ou naquilo! Por regra, ninguém gosta de viver na incerteza preferindo o esclarecimento. Mas e se deste resultar uma carga de trabalhos? E se ainda nos vierem dizer que temos a mania da perseguição? O seu problema a seu dono, não? É o que apetece dizer. Fez-me pensar, o seu Desafio!

De Outra a 17.09.2019 às 10:12

Vou ler o teu texto também. Obrigada pelo comentário. :)

De A 3ª face a 13.09.2019 às 23:57

Ah, até parece que é fácil! mas essa capa está agarrada à epiderme e não é fácil de despir!

De Outra a 17.09.2019 às 10:12

É mesmo muito difícil...

De Charneca em flor a 14.09.2019 às 10:48

Muito bem dito

De Outra a 17.09.2019 às 10:12

Obrigada :)

De Maria Araújo a 14.09.2019 às 20:29

Não sou mãe, mas sou quase uma super mãe e entendo muito bem este seu dilema.

De Outra a 17.09.2019 às 10:13

Esta minha capa de supermãe foi adquirida antes de ser mãe...portanto há muitas supermães sem filhos...:)

De imsilva a 17.09.2019 às 18:28

Bom texto! E a dificuldade de nos desligar-mos dos problemas dos outros...

De Outra a 18.09.2019 às 14:56

Muito difícil...ando a trabalhar nisto há anos...Obrigada

De chica a 17.09.2019 às 19:44

Cheio de decidida intenção, mas nós mães, na hora "H", acabamos por resolver os dos filhos,ajudá-los sempre...Gostei! bjs, chica

De Outra a 18.09.2019 às 15:01

Também é verdade...mas deixá-los lidar com as contrariedades, é amá-los mais ainda, porque os prepara para a vida...

De P. P. a 18.09.2019 às 00:53

Gostei muito do texto.
A incerteza também me consome. Maldito defeito.
Um dia, também os filhos têm de voar.
Abraço

De Outra a 18.09.2019 às 15:01

E temos de aprender a não querer ser mães e pais de quem devíamos ser companheiros...ou amigos...ou o que seja. Temos mesmo só de ser mães e pais dos filhos, e já é preocupação bastante...

De P. P. a 18.09.2019 às 15:19

Compreendo.
Por acaso, perante o relato, ocorreu-me uma situação que embora não conheça diretamente (exceto os pais), consigo colocar-me na posição deles.

De Miluem a 22.09.2019 às 08:53

Olá Outra
Gostei muito do texto.

Quanto a:

"Está na hora de despir a capa de supermãe e cuidar apenas de mim. Problemas? Cada um que cuide dos seus."

É mais fácil dizer que fazer.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.