Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

o blog da outra

o blog da outra

Ter | 24.07.18

Sem laços ou fitas

Outra

Eu sei que ninguém me pediu opinião, nem conselhos, nem nada que se pareça. Não sou entendida nas questões da maternidade, mas posso dar a minha perspetiva sobre a coisa.

Aviso já que não sou daquelas mães cheias de mimimis e que acha a maternidade a melhor coisa do mundo, até pelo contrário mas guess what? é a minha forma de ver e sentir as coisas. Não a imponho a ninguém, mas também não admito que me venham impor as suas visões.

Assim esclarecidos e porque a nossa MJ está à espera de bebé, fez-me lembrar com os seus relatos algumas das coisas que passei e que transformam a gravidez num estado de (des)graça... 

1- A descoberta - Apesar de ter sido uma gravidez planeada achei que não ia ser assim tão simples...Mas eis que fiquei doente e que tive de tomar antibióticos, e que mesmo com eles não fiquei melhor. Tive uma mega otite (coisa que nunca tinha tido na vida). Fiquei surda mesmo. Com o insucesso do antibiótico passei a um tratamento de choque: injecções. Como notei de imediato o atraso mas pensei que fosse da medicação, esperei pelo fim do tratamento para comprar o teste. Lembro-me de estarem 18 senhas na farmácia antes da minha. Comprei o teste, fui para cas ae fiz logo. Oito da noite. Positivo. OMG O que é que eu faço agora? Chorar, pois claro. Acho que era medo, queria, mas ao mesmo tempo já não queria. E agora? Vai ter de sair! O que é que eu faço agora?

2- A gravidez - O meu primeiro sintoma foi ficar com um fardo de perdigueiro. Tudo me cheirava muito...os bons e os maus cheiros. Fiquei com montes de borbulhas pequenas no decote (muitas mesmo) todas as que não tive na adolescência.

Fiquei com o cabelo maravilhoso, e as unhas. Tudo a crescer...bem demais, tanto que fiquei com uma espécie de penugem na cara (se crescesse mais pareceriam patilhas) e na barriga. Os pelos incomodavam-me tanto que depilava a barriga com cera...

A minha unha encravada piorou e andei a fazer tratamentos num podologista louco, que não adiantaram de nada, tive de operar deposi de o miúdo nascer...

Para contrabalançar não tive enjoos. Nenhum que fosse. Não fiquei inchada. So tinha barriga. Até me senti bonita.

Nunca ouvi tanta barbaridade junta como nesta altura. Sobre o sexo do bebé, sobre a azia, sobre o formato da barriga, sobre não usar roupa preta...enfim...a loucura.

 

To be continued...