Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Desafio dos Pássaros #2 - O amor e um estalo

por Outra, em 20.09.19

Ela atendeu o telefone e do outro lado era ele. Estava furioso e desatou a chamar-lhe puta. Assim, sem mais nem menos. Ela, do outro lado do oceano, no resto do seu último ano de faculdade, não fazia ideia do que poderia ter originado aquilo.

Constou-lhe, a ele que ela teria tido um caso com um amigo comum de ambos, que era convívio frequente com eles naqueles anos de faculdade. Não lhe passou pela cabeça sequer pensar se aquilo tinha algum fundo de verdade, ou se fazia sentido sequer.

Preferiu acreditar numa pessoa que não conhecia. E partiu do princípio que estava certa, quem mentia era ela, que sempre conheceu, não o quase desconhecido que lhe plantou a semente da desconfiança. E chamou-lhe puta vezes sem conta. A ela isso doeu mais do que um estalo! Aquela sensação de estar a ser julgada sem ter feito absolutamente nada que o justificasse. Ela, por amor, perdoou-lhe.

Mas dizem que o karma é lixado…e que tudo o que nos fazem, mais cedo ou mais tarde volta para nós. Ela sempre acreditou nisso. Esperava que o tempo lhe mostrasse que é mesmo assim.

Muitos anos mais tarde, muitos mesmo, já sem a distância entre eles e o seu amor de décadas, alguém plantou a semente da desconfiança nela. Disseram-lhe que que ele andaria no engate…

Ela ficou danada, apeteceu-lhe insultá-lo e desatar a chamar-lhe nomes. O coração parecia que lhe saltava do peito. Como poderia ele ter-lhe feito aquilo? Ela não queria acreditar!

O que deveria fazer? Espiar-lhe o telemóvel que anda com ele para todo o lado? Confrontá-lo? Ela já se conhecia…não resistiria a mandar uma qualquer piada sobre o assunto para ver a sua reação… Mas que raio. Melhor era mesmo confrontar e perguntar, olhos nos olhos o que tinha ele a dizer sobre o assunto.

Assim fez. Contou-lhe, com toda a calma (mas a tremer por dentro) e pediu-lhe que, em respeito pelo tempo em que já estavam juntos, lhe dissesse se aquilo tinha alguma razão de ser.

Confrontado com a desconfiança dela – porque é impossível que não fique pelo menos uma réstia de dúvida – ele muito indignado pergunta-lhe: Mas preferes acreditar em alguém que não conheces do que em mim? E ela respondeu-lhe: E porque não o faria? Lembro-me que já o fizeste antes. Quem é a puta agora?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Diário da Gratidão - Update

por Outra, em 01.09.19

Não consegui levar por muito tempo o desafio do diário da gratidão. não me levem a mal. Não é que não a pratique mas a verdade é que perdi um bocado a vontade de escrever sobre isso (e tudo o resto na verdade).

Desta vez também não estou a participar no grpo do livro secreto. No fundo fui-me desligando das coisas e deixando passar o tempo. Talvez por achar que a  minha vida não tinha nada de interessante a ser partilhado, talvez por me sentir num marasmo...mas decidi que não pode continuar assim. 

Então vamos lá a ver se, devagari ho isto se vai começando a compor...sem nenhuma ordem específica. Vou escrever se, e quando me apetecer. Na verdade adoro a interação que se cria neste simpático bairro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:10

Querido, mudei o nome ao blog

por Outra, em 31.08.19

Tive um 1.º blog. Esse, por portas e travessas teve de ser colocado em modo privado. Demorei meses a arranjar coragem para começar outro. E arranjar-lhe o nome foi o cabo dos trabalhos. Mas O blog da Outra nunca foi um nome com especial significado. E então já andava a pensar numa mudança há imenso tempo...

Um dia lembrei-me, num regresso à minha infância, de um nome engraçado...1/4 de kilo de colorau. Cresci na mercearia dos meus avós onde se vendia de tudo um pouco, muitas dessas coisas a granel. As especiarias eram uma dessas coisas. Nelas, o colorau (ou no sotaque madeirense "colarau") era do que mais se vendia. Era guardado em grande quantidade numa lata grande e vendia-se ao peso, embrulhado em papel pardo.Dava cor e ao mesmo tempo sabor à comida. Assim também é com a vida. Precisa de cor e de sabor. Vamos ver se este novo nome me reacende a vontade de escrever.

"Colorau ou colorífico é nome genérico para condimentos ou especiarias de cor avermelhada de origem vegetal, usados para modificar a cor de alimentos.

Em Portugal e alguns outros países lusófonos, o termo "colorau" tradicionalmente designa a páprica (paprica, pimentão-doce), que consiste de pimentão avermelhado dessecado e moído."

(Definição retirada da Wikipedia)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:39

Rasurando

por Outra, em 25.01.19

Não há melhor maneira de aproveitar esta follow friday para destacar o mais recente blog do sapo. Rasurando. Tem como principais objetivos discutir o estado e a cidadania e convidar à reflexão conjunta. Acho uma iniciativa bem interessante abordar estes temas num momento em que quase todos nos demitimos de perceber o estado das cosias, de refletir e ter opinião fundamentada sobre elas. Assim sendo, pretendo ler tudo, tudinho e participar quando achar que tenho algo a acrescentar!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:36

Já que é natal...

por Outra, em 19.12.18

Peço assim descaradamente: quem me faz uma imagem gira para a cara do blog?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:49

A 3.ª Face

por Outra, em 16.11.18

O Follow Friday de hoje vai para um blog que já não dispenso ler. A 3.ª Face.Seja pelos conselhos de poupança, seja pela divulgação dos passatempos, seja por basicamente qualquer assuntunto que ela escreva. É acessível, simples e com muito  bom conteúdo. Experimentem ler.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:49

Livro Secreto II - Balanço

por Outra, em 28.08.18

É a segunda vez que participo no Livro Secreto. Nesta, estão a participar mais pessoas, mas já tivemos saídas e entradas novas, e saídas outra vez. A nossa CEO passou a ser a Magda (a quem admiro a paciênica com certas cenas que têm aparecido), que a MJ anda ocupadíssima com o trabalho e com o #projetoaltino.

Temos um grupo no Facebook, que tem gerado, quanto a mim apenas a interação relacionada com a troca dos livros e uma ou outra opinião. Há meia dúzia que interagem mais, mas é mesmo assim. Reflexo da vida ocupada que todos temos hoje. O fenómeno que mais me impressiona aqui talvez seja o de algumas pessoas serem capazes de ver além do seu próprio umbigo e ofenderem-se com as verdades. Enfim, ...mais um reflexo de como anda o mundo.

Quanto à iniciativa, tenho gostado imenso porque me obriga a sair da minha zona de conforto no que a livros diz respeito. Muitos dos livros que recebi não leria. Alguns juguei pela capa (Quem nunca?) e acabaram por ser dos meus favoritos.Alguns não consegui mesmo ler. Estes também me ensinaram alguma coisa: a não forçar quando não gosto.

Assim sendo na minha lista de preferências estão os seguintes:

- Um Homem chamado OVE - Ove era mal disposto e rabugento, teimoso que nem uma mula mas com um grande coração. Dei por mim a rir com muitas das cenas do livro e adorei a discussão sobre os Saab e os BMW...

- As gémeas do gelo - Surpreendeu-me. Não tinha grandes expectativas mas foi daqueles que apetecia ler sempre mais um bocadinho para descortinar a história. Foi muito mais interessante que imaginei.

-As terças com Morrie - Nunca o escolheria, nem pelo título nem pela capa. Se não tivesse vindo ter comigo provavelmente nunca o leria. Mas nem sabia o que perdia. Gostei mesmo muito da forma simples como se abordam os sentimentos e a questão da morte. Sou convicta que a morte deve ser discuida, preparada e este livro é um bom exemplo disso. Mesmo no meio de uma doença desesperante, Morrie consegue ver tanta coisa positiva. É uma lição de vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:01

A arte da simplicidade

por Outra, em 27.07.18

Porque gosto dos temas abordados e da forma como a sua autora escreve. Porque ser simples no mundo de hoje acaba por ser mesmo uma arte. Identifico-me com este blog por isso recomendo hoje A arte da simplicidade, pela mão da Margarida. Visita obrigatória.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10

Completando frases

por Outra, em 05.07.18

Pedi descaradamente à Joana para me nomear para este desafio. O blog anda morto, eu quero ressuscitá-lo, preciso de motivação para recomeçar...Achei que esta era uma boa forma.

  Sou muito...boa ouvinte. É, se calhar uma das minhas maiores virtudes. Gosto de ouvir. Sou capaz de ficar horas a ouvir alguém falar, desabafar, mesmo que não esperem um conselho. Ouvir, estar disponível.

 

Não suporto...gente cínica. que tanto me conhece quando convém, como finge que não me vê quando convém. gente que fica em cima do muro, que não mostra a sua opinião, que quer agradar a Deus e ao Diabo. gente sem caráter. gente preguiçosa. gente que se vitimiza. (já se viu que tenho um problema com gente, não é ?)

 

Eu nunca....viajei para fora da Europa. Aliás viajei pouquíssimo...viver numa ilha não ajuda muito, sair daqui está a ficar cada vez mais caro.

 

Eu já...assisti a duas autópsias. E gostei. (não me achem já doente tá?) Achei super curioso o tamanho dos órgãos e a forma como o nosso corpo, uma verdadeira máquina, está organizado.  

 

Quando era criança...Era sempre o "trambolho". Por ser mais gorda que os outros era sempre a última nas brincadeiras mais fisicas. Fosse a correr, subir árvores (nunca conseguia sequer subir), ir por caminhos mais difíceis, trepar ... E não era muito melhor nas aulas de educação física !

 

Neste exato momento...Estou a tentar escrever o resto deste post...que foi escrito em 3 fases...

 

Eu morro de medo...de ficar "louca", com uma doença psiquiátrica que não me deixe saber quem sou e o que fui e incapaz de fazer as coisas mais básicas.Este medo ganhou proporções gigantescas quando fui mãe.  

 

Eu sempre gostei...de comer. Desde pequena. Diz a minha mãe que nunca fui "reles" para comer. A idade trouxe-me uma intolerânica, estou mais seletiva mas continuo a gostar de comer. Quando não tenho apetite, tenham medo, é que estou mesmo mesmo doente!

 

Se eu pudesse...ensinava às pessoas (no geral) que importa ser e não ter. Que o caminho de uma humanidade melhor passa pela cooperação, pela simplicidade, pela verdade e pelo amor. (sou utópica não sou?)

 

Fico feliz...com tantas coisas simples. Um convitre inesperado para almoçar. Um café com uma amiga. O tempo a brincar com o meu filho. O pequeno almoço acompanhado de umas páginas de um livro. O fim do dia no sofá a conversar com ele. Momentos com a minha família. Os miúdos a brincar no quintal. O cheiro do verão, da terra molhada no outuno e o barulho da chuva... um milhão de coisas simples mas tão boas!

 

Se pudesse voltar no tempo...Nunca teria dado importância nenhuma à opinião dos outros. Na verdade,não voltaria porque gosto muito mais de quem sou hoje. E quem sou hoje é reflexo da minha aprendizagem ao longo do tempo.  

 

Adoro...o meu filho. Não há nada como o que sinto por ele. Nada.

 

Quero muito ir...à minha essência. Conhecer-me de verdade, aceitar-me  e gostar de mim com todas as minhas qualidades e defeitos.

 

Eu preciso...de férias. com alguma urgência. Estou tão cansada...

 

Não gosto de ir...a reuniões de condomínio. É o meu mais recente trauma. Este mundo está perdido, e um reflexo disto são as pessoas que andam por aí. Há sempre muita discussão, gente a falar alto e sempre alguém que não fala nas reuniões e vai para as redes sociais dizer o que não diz na frente dos outros.

 

Para responder ao desafio, vou nomear a Just, a Chic'Ana e a Alice Alfazema .Quem quiser juntar-se à festa é usar a tag completando frases.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:41

Sapos do Ano 2017

por Outra, em 20.11.17

A iniciativa foi da super bem humorada Magda Pais, que perante o resultado (super previsível) dos Blogs do Ano 2017, teve a ideia de organizar um concurso espetacular para distinguir blogs do "bairro sapo.

Assim, e citando as regras:

"O Sapos do Ano 2017* terá  as seguintes categorias: Opinião, Humor, Livros, Moda, Poupar, Música, Fotografia, Comida, Família e Generalista.

E que blogs estão nomeados? bem, essa é a vossa tarefa. Por comentário a este post (no blog ou no facebook) ou por email para magda.pais@gmail.com digam-me quais os blogs que acham que devem ser nomeados. O prazo para esta fase termina a 25 de Novembro (véspera do meu aniversário, por isso podem já ir pensando na prenda que me querem dar).

Na semana a seguir direi aqui quem são os cinco nomeados em cada categoria e como se processará a fase seguinte.

E então, vamos lá dar a conhecer blogs anónimos?"

Eu vou já tratar de mandar mail à Magda com as minhas sugestões. Mandem também.

007A12615190482DB8C2AC34C51C9C28.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:59


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.