Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o blog da outra

o blog da outra

10.12.18

Destralhe - O balanço - Dia 5 - O Fim

Outra
Então vamos lá ao último post do detrslhe. Dia 5: a cozinha, a divisão que tem estado sempre cheia de tralha em cima dos balcões... Onde já não sei que estratégias usar para arrumar as coisas. Eu e que tinha coisas a mais... 1.Tirar tudo de dentro dos armários e colocar em cima das bancadas e da mesa e quando já não cabia mais nada, usar o chão da cozinha; 2. Limpar os armários ; 3. Selecionar o que não preciso/não uso/não funciona, entre as coisas que saíram estão: (...)
21.11.18

Destralhe - O Balanço - Dia 3 e 4

Outra
Juntei dois dias num de propósito. Um deles foi de descanso...bem que eu estava a precisar. Mas antes vamos então ao Dia 3 - Despensa (a que fica ao lado da cozinha) Esta divisão era uma das mais desarrumadas....estava cheia de tralha. Acabei por acumular coisas a mais porque me distraí. Desta vez eliminei mesmo as coisas que não precisava, não gostava e/ou que estavam estragadas. Nesta divisão não tirei tudo (mas quase tudo) para fora. Ainda assim fiquei com o chão da cozinha (...)
14.11.18

Destralhe - O balanço - Dia 2

Outra
Dia 2 - Arrecadação (na garagem) Esta era a área mais crítica da casa, que até é fora dela, é ao pé do estacionamento, na garagem do prédio. Estávamos para fazer esta arrumação desde há uns 3 anos...basicamente desde que temos o miúdo...mas fomos adiando até não conseguir abrir a porta em condições. Mal imaginávamos o que cabia lá dentro. Por partes: 1.º Tirar tudo o que se encontrava dentro da arrecadação e colocar no estacionamento respeitando mais ou menos uma (...)
13.11.18

Destralhe - O balanço - Dia 1

Outra
Depois deste desabafo fica o resultado de uma semana de férias com a finalidade de destralhar as áreas críticas da minha casa. Não contei o número de itens que destralhei, mas foram imensos...Algumas coisas foram para dar e outras foram diretamente para o lixo porque não estavam em condições. Dia 1 - Quarto do miúdo Brinquedos:  -Tirar todos os brinquedos e livros e fazer uma (...)
16.05.18

Cenas

Outra
Já se passaram quase 5 meses e a única coisa que consegui aqui escrever foi um balanço tardio sobre 2017. Deixem lá, não é que não me tenha apetecido já vir aqui despejar tudo o que tem vindo a atormentar-me desde o início de 2018, mas o excesso de trabalho e a minha inaptidão em lidar com as coisas não me deixaram. 2018 começou mal, e a bem dizer da verdade, ainda não está a melhorar...Já estive, em tempos idos, deprimida. Tomei medicação durante muitos anos até que me (...)
13.10.17

Breves #27

Outra
Odeio de morte ter de fazer coisas que não são da minha competência porque alguns são super-protegidos. Mais culpa tem o protetor, que chefiando dois, tira trabalho a um para dar ao outro. Arggghhhhhhhhhhh que nervos!
06.07.17

Todos os animais são iguais...

Outra
...Mas há uns mais iguais que outros. Já não sei onde ouvi esta frase e sempre lhe achei graça. Tem em si muito de verdade. Fazendo um paralelismo com a suposta igualdade entre mulheres e homens, e em particular com a igualdade entre mim e o meu companheiro (que não é marido mas também já não consigo chamar de namorado) e de algumas das minhas amigas. Antes de sermos pais sempre tivemos o hábito (que agora já não sei se era assim tão bom) de cada um ter os seus programas (...)
23.06.17

Chocolatólica anónima

Outra
Decidi que em junho (para começar) não como chocolates nenhuns. Tenho andado a abusar. Não passava um dia em que não comesse um, ora era depois do almoço, ora era ao lanche,ora depois do jantar. Já se passaram 23 dias. É de mim ou é quase mais difícil largar o açúcar que o tabaco (been there, done that)??? 
21.04.17

Inbetween

Outra
Já é abril. Nada de águas mil até agora. Em jeito de balanço de março (atrasadérrimo): - Ainda não escrevi os objetivos deste ano (sei que já passaram quase quatro meses, mas ainda faltam 8 portanto deixem-me acreditar que ainda vou a tempo); - Tenho trabalhado mais que muito, nas piores condições de sempre, mas com motivação (é esquisito isto, mas gostar do que se faz pode mesmo fazer a diferença); - Tenho substituído o tempo livre (que deveria usar para as minhas (...)