Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o blog da outra

o blog da outra

31.12.18

A maior lição de 2018

Outra
2018 não foi um ano fácil. Pelo contrário, foi um ano bastante complicado. Dos objetivos que tracei no início do ano, muitos ficaram por cumprir. Outros nem tinham sido pensados e foram, mesmo assim, concretizados.  Voltei a sentir a ansiedade como já não acontecia há muitos anos. Passei meses difícieis e tive de lutar um bom bocado parasentir-me melhor. Lá para o meio de 2018 é que consegui estabilizar...ainda tenho dias complicados... Os meus maiores objetivos eram de (...)
04.10.18

Presta atenção: o corpo responde!

Outra
Quantas vezes nos deparamos com decisões difíceis? Quantas vezes andamos a moer dias e dias até termos uma resposta? Quantas vezes ficamos a moer outros tantos dias depois de tomarmos a decisão? Será que foi a certa? Ou a errada? Falo por mim, sou indecisa. Ou melhor, tenho a mania de querer saber as opiniões dos outros acerca das decisões que devem ser só minhas. Mania antiga de procurar aprovação para tudo o que faço... Portanto sou licenciada e exeço a minha profissão sem (...)
19.09.18

Três

Outra
Três anos. Já se passaram 3 anos desde que nasceu o meu pequeno. Por um lado parece que foi há uma eternidade, por outro não consigo entender como é que o tempo corre tanto... Nos dias que antecedem a data do aniversário (15/09) não consigo deixar de me lembrar com algum detalhe dos momentos e das horas em que as coisas aconteceram. Muitas coisas apaguei, mas há ali muito que ficará para sempre gravado na minha memória. E é estranho, é quase como se me sentisse mais (...)
12.09.18

Foi o Morrie

Outra
Não, não ando a ler nenhum livro de autoajuda do Gustavo Santos (ou outro autor qualquer desses "do bem", o que quer que isso queira dizer). Já me tinha consciencializado de que preciso mudar o Chip, acreditar que mereço ser feliz e fazer tudo por isso. Mas de pensar a fazer vai ainda uma distância, ou se calhar há um momento em que há um click, sei lá... Com estas ideias já em mente, recebi o livro secreto para o mês de agosto: As terças com Morrie. E se achei, à primeira (...)
11.09.18

Breves #29

Outra
Bonito, bonito é receber sem esperar. Duas pessoas no mesmo dia a oferecerem-se para me ajudar com a festa do miúdo. Tudo o que vai, volta. E quando dás sem querer em troca, um dia recebes sem esperar também.    
07.09.18

É tão mais fácil ser feliz...

Outra
Eu, que já fui um "Grou" mal disposto, que não sou de sorriso fácil e que tenho um ar sério (de má, como muitos me dizem) admito que estava enganada. Não é fácil viver de cara fechada e zangado com o mundo, mesmo que tenhamos muitas razões para nos sentir assim. Ainda agora cheguei ao trabalho e a propósito de um ritual que temos à sexta, fiz uma piada. Toda a gente desatou a rir. Toda a gente menos a rapariga que já fui, o "Gru" mal disposto que do canto me olhou como se eu (...)
01.06.18

Mudar o chip

Outra
Trago em mim desde que me lembro de ser gente um sentimento estranho, de que não mereço ser feliz. Não sou uma daquelas pessoas sorridentes, de bem com a vida. Não que não goste da vida, ou que não me sinta bem. É uma coisa que vem de dentro, das entranhas...e não era (é) raro acontecer-me ter dias em que estava muito bem disposta, feliz e positiva e a minha mente logo tratava de me lembrar "não fiques muito feliz, ainda te acontece alguma coisa"...e acontecia mesmo.Isto está (...)
17.05.18

Até quando?

Outra
Quando a pessoa pensa que as coisas estão a tomar um rumo, que está mais perto da solução, leva lá mais um balde de água fria. Já aqui falei da minha situação de precariedade laboral. 4 anos a dar o litro, com todos os deveres e obrigações mas sem direitos. Decido mexer-me e meter uma ação em tribinal. Estão a ver o desgaste e o investimento necessário? pois. Um sacrifício danado. ficar quase sem poupanças. Foi em Novembro. Supostamente seria uma daquelas ações urgentes. (...)
16.05.18

Cenas

Outra
Já se passaram quase 5 meses e a única coisa que consegui aqui escrever foi um balanço tardio sobre 2017. Deixem lá, não é que não me tenha apetecido já vir aqui despejar tudo o que tem vindo a atormentar-me desde o início de 2018, mas o excesso de trabalho e a minha inaptidão em lidar com as coisas não me deixaram. 2018 começou mal, e a bem dizer da verdade, ainda não está a melhorar...Já estive, em tempos idos, deprimida. Tomei medicação durante muitos anos até que me (...)
07.03.18

Dezembro e fechar o ano de 2017 tarde e mal

Outra
Já em Março tive de parar para registar o fim de 2017. Fico sempre com a sensação de que preciso assentar ideias para fechar as coisas. E 2016 não foi fechado, talvez isso me tenha trazido uma sensação de "incompletude" durante todo o ano de 2017. Paranóias minhas, talvez. Mas na dúvida... De dezembro de 2017 vale registar: Prendas despachadas semanas antes do natal, pela primeira vez na vida não andei na correria dos últimos dias, organizei-me muito melhor; Casa arrumada e (...)